Arte

As sete maravilhas do Vale – Barra do Itapocu

As sete maravilhas do Vale – Barra do Itapocu
Vista aérea da Barra do Itapocu. Foto: Renato Machado (@renatomachadophoto)

Um lugar calmo e com a natureza preservada é o que muitos precisam, não só em tempos de pandemia. Um desses locais chama-se Barra do Itapocu, comunidade próxima ao encontro do rio, que leva o mesmo nome, com o Oceano Atlântico. A viagem leva apenas 1 hora a partir de Jaraguá do Sul. Se o ponto de partida for Joinville são apenas 45 minutos. Após a conversão à direita na saída 74 da BR-101 (sentido sul da rodovia federal) e percorridos os seis quilômetros finais da viagem, chega-se à ponte pênsil situada sobre a belíssima Lagoa da Cruz, que liga o continente à praia.

O local agrada mais de um público. Surfistas, se o vento não apertar, costumam se divertir. Os amantes da pesca têm mais de uma opção: podem praticá-la na lagoa e no mar. O local é propício também para aqueles que querem somente descansar. Ali é plenamente possível exercer o legítimo direito a apreciar calmamente a imensidão do mar aberto ou a calmaria da lagoa, ambos próprios para banho. O final da viagem de bate e volta pode ainda render um delicioso petisco de frutos do mar próximo à lagoa, na companhia dos simpáticos moradores do local. À noite, já de volta à cidade de partida da curta viagem, a tendência é procurar na internet aluguel de casa para um final de semana. Um dia é pouco para absorver as boas energias da Barra do Itapocu. 

Jackson Torres

Mestrando em Direito (UFSC). Advogado público federal.

Comentários:

Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.