Poesia

A chuva

Em sitão sótão-sópartiu,se equilibrou no fio da dita facae mepartiuem doisem maisem mil moleculazinhas de nadae nuvem fui,de frio chovi…E...

Leia mais

Krishna*

ó filho de Kunti eu souo saborda água a luzdo sole da lua a sílabaom eu souo somno étere souo...

Leia mais

33,1

Não queria falar da fomeDaquela que não é metáforaReal, doída, obscena E falei da fomeDas crianças carimbadasDas mulheres humilhadasO fel...

Leia mais

Schuld

Schulddevia ter sidohomem de sons ou letrasembora cansado se tenhatornado homem de sonhostrincadosSchulddevia ter se voltadoa si e não aos...

Leia mais

Pergunta

Eu me diria para acreditar nos meus sonhos Quando eu tivesse doze anos Eu me diria para não me esquecer disso...

Leia mais

Pedido

Não pare coraçãoPulse, constante e forteNão se abale com essas notícias tão tristesNão se desanime por elas Não sei o...

Leia mais

A ilha

olha a ilhao tapete azulonde está o problemao que é a questão a ilhaali no banheiroem frente da piano chão...

Leia mais

Latifúndio

a catarse do discurso da primeira vozsete espíritos na íris do deus que é só uma estrada estraçalhada ao instante...

Leia mais

Deleuze

não tenho culpa de serruimnão tive culpa de tervocênão tenho aonde correrde mimnão tenho saco pra lerdeleuzenão tenho como sabero...

Leia mais

Pôr do sol

Calma, PessoaNão corte sua pele ainda jovemNão esconda sua dor tão dentroNão aceite destinos imutáveisAssim, tão escravizado ao outroEu sei...

Leia mais

Cruz

mudedisse rudeele que iludeegos mudaduma arrudabrota entre budasgregos mudonisso tudoescuto o muuu doscegos mundovasto imundocruz de profundospregos

Leia mais

eu não existe

[i]penso-me no passado eu eraeu fuiele é hojebastante incerto eu não deu em nadacresceu e ruiuventou-se [ii]estou sendo o que...

Leia mais

Distopia

Ficamos assim, sem música, sem danças, sem livros, sem pinturas, sem esculturas. Ficamos assim mesmo, só trabalhamos nas engrenagens para...

Leia mais