Informação

Violet, uma jovem de sorte

Violet, uma jovem de sorte

Imagine-se com quinze anos. Imagine-se num palco, ao microfone: você é um cantor – ou uma cantora. Imagine-se liderando uma banda formada por grandes estrelas do rock. Seria um sonho, né?

Pois é, um sonho distante. Menos pra Violet, uma jovem americana de muita sorte. Ela se apresentou na última terça-feira à frente de uma banda formada pelo baixista Krist Novoselic, ex-Nirvana, pelo baterista Dave Lombardo, ex-Slayer, e pelo produtor dos Foo Fighters, Greg Kurstin, nos teclados. Faltou mencionar o guitarrista? Era ele, Dave Grohl, pai de Violet.

A música escolhida foi “Nausea”, da banda X. Um rock áspero, de compassos curtos e letra afiada: um tijolaço. A escolha da música, dizem, teria sido também um aceno ao baterista da X, D. J. Bonebrake, primo distante dos Grohl. Enfim, negócio em família.

O detalhe mais importante, entretanto, é a performance de Violet: em meio a todas aquelas feras da música, a garota rouba a cena. Ela pode ser uma jovem de sorte. Mas é, sem dúvida, uma cantora talentosíssima.

Dave Grohl, você sabe, tem várias músicas no repertório da Abertura, que vai ao ar toda noite, às 22h, na frequência 94.5 do FM. Será que essa performance, junto à sua filha, merece entrar na nossa playlist? O que você acha?

Comentários:

Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.