Wagner Rengel

Wagner Rengel quis ser silêncio depois pássaro depois peixe depois vento depois grilo quis ser gente depois nada. Mora em Curitiba.

Pôr do sol

Calma, PessoaNão corte sua pele ainda jovemNão esconda sua dor tão dentroNão aceite destinos imutáveisAssim, tão escravizado ao outroEu sei...

Leia mais

1961

Em 1961, os Estados Unidos tentaram invadir Cuba pela baía dos Porcos e fracassaram, acentuando a aproximação de Cuba com...

Leia mais

Café da manhã

Quando amanheceu e o céu estava claro, já passava das sete horas, eu me levantei. Há rugas, olhos vermelhos e um vazio meio estranho no peito, disse...

Leia mais

O pouso

É difícil aprender a voar. Mais difícil ainda é alcançar a arte do pouso. Os pássaros voam por aí simplesmente....

Leia mais

Distopia

Ficamos assim, sem música, sem danças, sem livros, sem pinturas, sem esculturas. Ficamos assim mesmo, só trabalhamos nas engrenagens para...

Leia mais

Incerto

Acordei incerto Não foi dúvida caída Restada da noite aflita Nem foi pergunta mal resolvida Não foi sonho sem pé,...

Leia mais

Não perca tempo Que seja trem Encontro ou sonho Seja o que for Que seja ida Volta Ué Se for luta Fuga...

Leia mais

Diária

Antes que o dia acabe você continuará sendo você mesmo e o céu não mudou nada. As mesmas regras serão aplicadas, como...

Leia mais

O pacto

Já é quase madrugada, estou atrasadoe eu não pertenço ao time dos organizados de agenda em dia, sem atropelos, sem pressa, sem...

Leia mais

Caiam

Caiam máscaras e beijem bocas com as vontades curiosas juvenis e que aconteça em praça pública. Ponham abaixo a praça num estalo de língua,pegado, louco, em...

Leia mais